16.4.10

Valsa das pulgas

As pulgas dançando no meio da rua
Dão pulos e pulos sob a luz da Lua

No baile das pulgas o passo é assim:
Três passos para o lado e entra o cupim.

Cupim dá três passos pra lá e pra cá
E a pulga contente toma guaraná.

Quem toca a valsinha é o sabiá
E as pulgas pulando pra lá e pra cá.

O tatu-bolinha já chega rolando:
"É o passo moderno, estou inventando!"

Com passos miúdos chega a joaninha
De vestido curto cheio de bolinhas.

Um pra lá, um pra cá
São as pulgas dançando, à luz do luar.

Lá no longe
A luz da Lua alumia...

Vento venta no quintal.
Seca as roupas do varal...

(Ruth Rocha)

3 Ofertas:

a magia da noite disse...

bonita esta dança minúscula.

Anônimo disse...

adorei esse poema

Anônimo disse...

ADOREIIIII SEXOOO AAAAA